Cecília Meireles – Poema Lua Adversa | Poesia Brasileira

Cecília Benevides de Carvalho Meireles foi uma jornalista, pintora, poeta, escritora e professora brasileira. É um nome canônico do modernismo brasileiro, uma das grandes poetas da língua portuguesa e é amplamente considerada a melhor poeta do Brasil – combateu o uso da palavra “poetisa” por causa da discriminação de gênero. Nasceu no Rio de Janeiro em 1901 e faleceu em 1964, aos 63 anos.

>> Por 5,99 você aceita um adicional de Soneto para acompanhar? Apoie o projeto! =P

https://www.amazon.com.br/dp/B08DJ61J4R/

Poema: Lua Adversa

Autor: Cecília Meireles

Voz: Daniele Santos| @dani.i.santos

Use #tomaaiumpoema

Siga @tomaaiumpoema

Tenho fases, como a lua,
Fases de andar escondida,
fases de vir para a rua…
Perdição da minha vida!
Perdição da vida minha!
Tenho fases de ser tua,
tenho outras de ser sozinha.

Fases que vão e que vêm,
no secreto calendário
que um astrólogo arbitrário
inventou para meu uso.
E roda a melancolia
seu interminável fuso!

Não me encontro com ninguém
(tenho fases, como a lua…).
No dia de alguém ser meu
não é dia de eu ser sua…
E, quando chega esse dia,
o outro desapareceu…”

Vaga música (1942)

Descubra mais em www.jessicaiancoski.com

Está servido? Fique! Que tal mais um poeminha?

___

>> Quer ter um poema seu aqui? É só preencher o formulário!

Após o preenchimento, nossa equipe entrará em contato para informar a data agendada.

https://forms.gle/nAEHJgd9u8B9zS3u7

CONTRIBUA! =P

>> Formulário para Indicação de Autores, contribuição com declames, sugestões (…)!

https://forms.gle/itY59kREnXhZpqjq7

Deixe um comentário

Required fields are marked *

Comment*

Name*

Website